Início Destinos Cromeleque do Xerez

Cromeleque do Xerez

Tem mais de 5000 anos e é testemunha da ocupação humana no Alentejo. Teve que ser mudado de lugar devido à barragem do Alqueva. Cromeleque do Xerez.

2715
0
COMPARTILHE
Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez

Assinalado por José Cruz e pelo Engenheiro Leonel Franco, foi intervencionado em 1969 pelo Dr. José Pires Gonçalves, que estranhamente não o interpretou como um clássico “cromeleque”, no sentido geométrico do termo e que pressupõe uma disposição ovalada ou circular, em “ferradura” aberta a nascente, mas sim  como um singular recinto “quadrangular”.

Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez
Presumivelmente erguido entre os inícios do 4.º e meados do 3.º milénio a.C., é constituído por 52 menires de granito (o número de semanas num ano?), cuja altura varia entre 1,20 cm e o 1,50 cm.
Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez
Alguns deles possuem configuração “fálica”, bem como almendrada, a maioria fracturados e prostrados, embora alguns deles estivessem in situ, facto que contribuiu para que se relacionassem estas posições como fortes indícios para a “original” reconstituição quadrangular do monumento.
Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez
O centro do recinto é marcado por um menir com 4 metros de altura, 0,75 metros de diâmetro e 7 toneladas de peso, apresentando, na sua face mais aplanada e em toda a sua verticalidade, um conjunto de “covinhas” insculturadas.
Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez
Apesar de ter sido sujeito a uma intervenção que visou a sua reconstituição original (1969), ela não seguiu critérios propriamente científicos. José Pires Gonçalves baseou a sua recomposição no pressuposto de que as “covinhas” presentes num dos menires representariam a sua disposição original.
Cromeleque do Xerez
Cromeleque do Xerez
Posteriormente à reconstituição deste recinto megalítico, foi assinalado nas proximidades, uns 300 metros para Norte, um conjunto de pequenos menires de granito, todos gravados na base. Trata-se do único monumento megalítico classificado do concelho de Reguengos de Monsaraz e na região de influência do regolfo de Alqueva, transladado, em 2004, para outro local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here