COMPARTILHE

 

O fabrico do fumeiro surgiu com a necessidade, em tempos ancestrais, de preservar os alimentos durante largos períodos de tempo, numa época em que não havia frigoríficos.

Fumeiro transmontano
Fumeiro transmontano

A secagem dos enchidos na lareira ou o seu mergulho em sal têm como objectivo retirar a água aos alimentos, fazendo assim com que as bactérias não se desenvolvam, o que contribui decisivamente para que tenham um período de validade mais alargado.

Fumeiro transmontano
Fumeiro transmontano

Em diversas regiões de Trás-os-Montes, as comunidades de judeus substituíram a carne de porco por outras carnes. Quando a inspecção religiosa aparecia nas suas casas, pensavam que estes eram católicos por possuírem fumeiro (normalmente feito com carne de porco, proibida pelos judeus) mas na realidade a carne desse fumeiro era de aves.

Fumeiro transmontano
Fumeiro transmontano

Hoje em dia é cada vez mais raro encontrar o verdadeiro fumeiro feito em casa segundo as modas antigas. No entanto, nas mais diversas aldeias transmontanas, ainda pode encontrar gente hábil no fabrico destas autênticas preciosidades que são sem dúvida, muito melhores do que aquelas produzidas em fábricas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here