Início Destinos Tomar

Tomar

Cidade Templária, construída para ser a Jerusalém do Ocidente, Tomar esconde segredos dos templários em cada recanto das suas ruas e monumentos.

4664
4
COMPARTILHE
Tomar
Tomar

Tomar é a Cidade Templária. Mas antes de o ser, o vale do rio Nabão, pelo seu clima, solos férteis e água abundante foram essenciais para a fixação humana desde o Neolítico. Sellium se chamou no período romano, prosperando como Nabância pelos Visigóticos e Islâmicos. A 1 de Março de 1160 D. Gualdim Pais, mestre da Ordem do Templo em Portugal, inicia a construção do majestoso Castelo e imponente Charola Templária. Numa matriz medieval e geométrica, os planos arquitectónicos de Tomar, vão seguir a estrutura de Jerusalém no ocidente.

Tomar
Tomar

São os Templários assim responsáveis pela edificação e crescimento de Tomar, obedecendo a essa matriz desenvolvem em cruz a estrutura da cidade, com os seus quatro conventos a marcar os quatro pontos cardeais, centralizados na principal praça de Tomar.

Tomar
Tomar

A Ordem de Cristo, sucessora e herdeira da Ordem Templária, vai dirigir e influenciar os desígnios de Portugal com os Descobrimentos, mantendo Tomar como sede espiritual do grande Império.

Tomar
Convento de Cristo

Cidade desde o séc. XIX, tem hoje cerca de 20.000 habitantes, Tomar afirma-se como Cidade Templária, preservando e mantendo vivas as influências que a fizeram nascer. Para o seu crescimento, muito contribuiu a construção do Aqueduto dos Pegões, no século XVI.

Tomar
Aqueduto de Pegões

De incomparável valor patrimonial e turístico, integrando a albufeira do Castelo de Bode desde 1950. Comprova-se a sua importância com o reconhecimento pela UNESCO em 1983 do conjunto Castelo Templário-Convento de Cristo como Património da Humanidade.

4 COMENTÁRIOS

  1. […] Tomar é a Cidade Templária. Mas antes de o ser, o vale do rio Nabão, pelo seu clima, solos férteis e água abundante foram essenciais para a fixação humana desde o Neolítico. Sellium se chamou no período romano, prosperando como Nabância pelos Visigóticos e Islâmicos. A um de Março de 1160 D. Gualdim Pais, mestre da Ordem do Templo em Portugal, inicia a construção do majestoso Castelo, o Convento de Cristo e a imponente Charola Templária. Numa matriz medieval e geométrica, os planos arquitetónicos de Tomar, vão seguir a estrutura de Jerusalém no ocidente. […]

  2. […] Tomar é a Cidade Templária. Mas antes de o ser, o vale do rio Nabão, pelo seu clima, solos férteis e água abundante foram essenciais para a fixação humana desde o Neolítico. Sellium se chamou no período romano, prosperando como Nabância pelos Visigóticos e Islâmicos. A um de Março de 1160 D. Gualdim Pais, mestre da Ordem do Templo em Portugal, inicia a construção do majestoso Castelo, o Convento de Cristo e a imponente Charola Templária. Numa matriz medieval e geométrica, os planos arquitetónicos de Tomar, vão seguir a estrutura de Jerusalém no ocidente. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here